Felicidade

Quem, cristão, acredita ser o centro do universo? Ninguém, certo? Errado. Nossas atitudes nesse mundo e para com o mundo provam, mesmo que algumas vezes inconscientemente, que consideramos a nós mesmos mais importantes do que as coisas do Alto. Com essa visão errada de nós mesmos temos também uma visão errada de Deus, consideramos Deus como um ser que deve nos servir, e não o contrário. Além de achar que pelo pouco que fazemos, Ele, como todo-poderoso, tem a obrigação de nos dar uma vida feliz e realizada.

“Você nasceu para ser feliz”, prega o mundo e, infelizmente, algumas igrejas. Lugares que deveriam ser Cristocêntricos focam sua pregação no homem e colaboram com o pecado egoísta da busca desenfreada por felicidade terrena. Não nascemos para a felicidade como o mundo prega, nascemos para a glória de Deus!

“Dizia a todos: Se alguém quer vir após mim, a si mesmo se negue, dia a dia tome a sua cruz e siga-me.” Lucas 9:23

“Ter mais dinheiro me faria mais feliz, ou um marido, ou um ministério grandioso.” Almejar por essas coisas não são pecado, mas a sua motivação e os seus meios, sim. Se você deseja isso para sua própria glória e felicidade, então, sinto muito, mas você é focado apenas em si mesmo. Gastar tempo demais almejando coisas que não trazem glória à Deus com o pretexto de que “Deus quer que eu seja feliz” é um pecado. Assim como fazer coisas que você sabe que são erradas. Deus quer que você seja feliz sim, mas Ele quer que você seja feliz Nele, e não que você busque o mundo ou o pecado para isso, são coisas que passam, e passam rápido demais! SE necessário, as outras coisas virão, mas o foco é sempre Cristo, sempre.

“Quando cremos que nossa busca da felicidade nos dá licença para pecar, tornamo-nos cristãos ateus. Deus jamais fecha os olhos para o pecado, por mais felizes que esse pecado nos torne ou pareça tornar. Somos especialistas em racionalizar, mas não há como fugir desse princípio da felicidade devota.” Craig Groeschel.

Vivemos cegos em busca de emoção e coisas para suprir uma necessidade que apenas em Jesus será suprida. Não somos feitos para esse mundo e qualquer coisa desse mundo será incapaz de satisfazer essa necessidade de felicidade. Cristo sim. Mas temos que lembrar também, que ,às vezes, o sofrimento é para nos mostrar que não estamos no paraíso, e que devemos mirá-lo.

“Estas coisas vos tenho dito para que tenhais paz em mim. No mundo, passais por aflições; mas tende bom ânimo; eu venci o mundo.” João 16:33

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.