Um Estudo Sobre Santidade

Deus é Santo, Santo, Santo! Como podemos almejar o céu e as coisas santas de lá, de um Deus santo, se não sentimos gozo em nos santificar enquanto na terra?

“A brecha em nossa santidade é que não nos importamos muito com ela”. Estou lendo o livro Brecha Em Nossa Santidade, de Kevin DeYoung, ok na verdade eu ainda não passei do primeiro capítulo, mas a verdade é que esse assunto é tão interessante que não consigo ler mais rápido do que isso para poder refletir sobre minha vida. Sendo assim, vamos prosseguir.

Ser santo significa abandonar o nosso ego e parar de satisfazer a nossa carne. Porém, não importa o quanto isso agrade a Deus e o quanto de conhecimento tenhamos sobre esse assunto, a busca pela santidade é algo penoso para nós caídos e apaixonados por satisfazer a vontade da carne. Pode até não parecer, mas a busca pela santidade é um assunto, às vezes, muito ignorado por nós. Sabemos da importância de pregar o evangelho, de fazer missões e algumas vezes até mesmo questões doutrinarias a finco, porém, e a santidade? O que você pode me dizer sobre ela? Qual o parâmetro, qual a necessidade, o que de fato significa santidade?

“Existe um vazio entre o nosso amor pelo evangelho e o nosso amor pela piedade. Isso precisa mudar. ”

Resumidamente, o primeiro capítulo do livro nos diz que a brecha em nossa santidade não reside no fato de buscarmos o evangelho (doutrina, missões, envolvimento social ou mesmo na igreja) mas sim em ignoramos a necessidade de focarmos em nossa santidade como principal ponto de reconhecimento dos verdadeiros cristãos. Afinal, por várias vezes na bíblia lemos: Sede santos porque eu sou santo. Um padrão divino de santidade requer um esforço incomparável de nós e que, de fato, sem Deus não teríamos meios para alcançá-la. E essa é a primeira resposta de nossa pergunta. Por que devemos ser santos? Apenas pelo simples fato de que Deus o é. Como queremos nos achegar a Ele, sem buscarmos ser como Ele? É impossível! Deus é um Deus santo, o céu é um lugar santo, o porvir será seus filhos O adorando por sua majestade, glória e santidade, para todo o sempre. O que você espera encontrar lá?

Em algumas rodas de amigos quando estamos conversando sobre a eternidade, é comum a pergunta: será que no céu vai ter coca cola? É tão gostoso né? Eu concordo, ia ser bem legal se tivesse, mas, você entende onde estou querendo chegar? Lá não haverá espaço em nossos corações para coisas tão simples e miseráveis como um copo de coca cola gelado no calor de meio-dia em Belém do Pará, sensação térmica por volta de 40º caso você não saiba. Estaremos completamente entorpecidos pela presença do Deus Santíssimo! Mas a busca pela santidade começa agora, “sede santos” disse o Senhor, portanto achegue-se a Deus e busque-O, busque a Sua santidade, busque os padrões divinos de como devemos agir neste mundo. Não se contente com o padrão morais do mundo, ou mesmo os padrões de santidade baixo dos homens, seja santo porque Deus é santo, esse é o padrão!

 Mas, como é santo aquele que vos chamou, sede vós também santos em toda a vossa maneira de viver; (1 Pe 1.15)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.