Aquietai-vos!

Acho que todo mundo já passou pela situação de ter que esperar uma notícia, e a resposta pode ser boa ou não. Na nossa visão, é claro. Mas até que você saiba a resposta, muitos sentimentos e pensamentos passam pelo nosso coração e nossa mente; às vezes sentimo-nos confiantes, cheios de fé, mas tem horas que o medo, a insegurança e a incredulidade batem a porta. E ai só tem dois caminhos que podemos escolher: ou decidimos crer no cuidado de Deus ou podemos ceder à ansiedade e preocupação.

Você pode dizer “ah, mas isso não é tão simples… você não sabe dos meus problemas”. Realmente, eu não sei, mas o Pai sabe. E neste exato momento em que estou escrevendo este post, estou esperando uma notícia, que pode me trazer tristeza ou pode me fazer dar pulos de alegria, então eu e meio mundo estamos passando por uma situação desse tipo, já passamos e certamente passaremos.

Eu gosto de escrever sobre as situações que eu vivo, e isso me ajuda a meditar sobre as verdades consoladoras das Escrituras. Por isso eu quero te convidar a esquecer um pouquinho daquilo que te preocupa e pare pra pensar no Deus Todo Poderoso que diz que ama você, e Ele não apenas diz, mas ele provou esse amor.

Mas Deus prova o seu amor para conosco, em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores”. (Romanos 5:8)

Esse amor, amor sacrificial, que me diz que sou importante, amada e preciosa, mas que também me faz ser totalmente dependente desse Deus, esse amor basta. Por que eu digo isso? Porque o fato de Deus amar a mim e a você, deve nos trazer a segurança de que absolutamente tudo o que ocorre ao decorrer da nossa vida está em seu controle. Todas as circunstancias estão sendo direcionadas para nos trazer algum bem, mesmo que agora não achemos ou entendamos isso.

“E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito”. (Romanos 8:28)

Com certeza você já deve ter ouvido algo sobre isso, ou lido o versículo acima, mas assim como eu gosto que as pessoas repitam verdades consoladoras pra mim, eu gosto de repetí-las, porque eu acho que da mesma forma que devemos orar incessantemente, nós devemos falar quantas vezes for necessário sobre o cuidado e amor de Deus para os nossos irmãos até que eles se sintam acalentados.

Quando nós nos preocupamos, estamos dizendo que Deus não é merecedor da nossa confiança, e ai eu lembro todas as vezes que eu me preocupei e fiquei ansiosa. Não imagino o quanto que isso entristece o coração do Senhor, já que a Bíblia nos diz que “Aquele que não poupou seu próprio Filho, mas o entregou por todos nós, como não nos concederá juntamente com Ele, gratuitamente, todas as demais coisas?” (Romanos 8:32).

Nós não temos razão e nem o direito para temer e nos preocupar com nada. Essa é a nossa luta. Devemos lutar contra a incredulidade, preocupações e ansiedades que tentam nos sufocar. Olhe para o alto, olhe para os céus, e então você verá um Amigo fiel, Jesus, que insiste em nos dizer pra não termos medo e para deixar sobre ele todas as nossas preocupações e fardos (Mateus 11: 28-30).

“Quando as circunstancias são maiores que nossas forças, precisamos entender que ainda há solução. Nessas horas,precisamos acima de tudo descansar no Senhor e esperar nele.Precisamos aquietar-nos e saber que ele é Deus.A fé vê o invisível, toca o intangível e apropria-se do impossível. Não porque seja inconsequente, mas porque descansa na onipotência daquele que está assentado no alto e sublime trono e tem nas mãos as rédeas da história”.
(Pr. Hernandes Dias Lopes)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.