Prontos Para o Serviço

Estudar sobre o serviço na Bíblia é estudar sobre Jesus. O único mestre de Jesus foi o Pai (Isaías 53:4-6, 10-12; João 4:34). Ele serviu outros porque essa era a missão do Pai (João 17:4-12). Jesus assumiu o título de “servo”, e esse título está incorporado nas profecias messiânicas nas quais ele é descrito como o “Servo do Senhor” (Isaías 41:1-7; 49:1-7; 50:4-11; 52:13-53:12). Na verdade, Jesus compreendeu a si mesmo como o cumprimento do “servo sofredor” de Isaías.
Mesmo antes de ter ido a cruz, Jesus certificou-se de que os discípulos haviam compreendido o serviço. Eles o observaram com assombro enquanto dava novo significado à liderança tomando uma toalha e lavando os pés sujos deles. Na sua vida, liderança bíblica e serviço eram sinônimos. Muitos líderes divinamente escolhidos descreveram-se a si mesmos como “servos”.
Normalmente o serviço é colocado no primeiro degrau da escada do sucesso, e a autoridade no topo. Jesus, de uma maneira revolucionária, inverteu a escada de cabeça para baixo. Quando o imitam, os servos não perdem a identidade nem se tornam capachos; eles se tornam grandes (Marcos 10:43).
(…)
Não há vergonha no serviço bíblico (Isaías 49:23), que apresenta a sanção da confiança do Senhor (Isaías 42:1). Tal servo trabalha com um espírito suave e sensível (v 2) e se recusa a desistir quando lhe sobrevêm o sofrimento (v 3). Fundamentalmente, o servo que honra ao Senhor não falha (v 4), apresenta alvos dignos (v4), está sustentado no Senhor (v 6; Isaías 49:5); e é recompensado com um ministério produtivo (Isaías 42:7; 49:4,6) que glorifica ao Senhor (Isaías 49:3).
Os seguidores de Jesus devem ser facilmente reconhecidos (Marcos 10:43; João 13:13-16). Eles estarão humildemente prontos para o serviço seja ele qual for (Efésios 6:5-9; Filipenses 2:6-8; Colossenses 3:17).

 

Bíblia da Mulher

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.