Restauração

Foi deslizando os dedos sobre a tela que as lágrimas vieram, tentando achar refúgio depois de tanto horror.

 

Tão sujo!

Tão indecente!

Tão repugnante!

Como achar esperança em tanta depravação?

 

Meu coração explodia de ódio.

Meu corpo, minha mente, meu coração, todos voltados ao prazer.

 

O que fazer agora?

Diante de tanto nojo, como se olhar no espelho, sabendo que seu pior inimigo esta ali, te olhando atentamente, lentamente lendo seus olhos, decifrando seus pensamentos.

 

Não há pra onde fugir, eu sempre estarei lá!

Será esse o jogo da vida?

A grande piada?

Conviver consigo mesmo?

 

Não vejo esperança!

Ninguém pode simplesmente entrar em minha mente, mudar meu coração, limpar a sujeira, quebrar os muros de depravação!

Quem tem esse poder?

Alguém…?

 

Estou perdido na escuridão.

Na vasta frieza infinita.

Só esporos posso ver.

Alma amargurada.

Me sufoco em desespero.

Alguém…?

 

O que é isso?

Nunca senti tais arrepios.

Nunca ao me olhar no espelho senti tanto nojo, tanta raiva, tanta sujeira.

Porque estou tão vulnerável?

Como uma criança que se perde do pai na mais densa floresta sombria.

Com medo; e só.

Alguém…?

 

Fecho meus olhos, e meu coração se aquece;

a sensação de refrigério.

Como sentir um abraço…

Como se estivesse sendo levado no colo ao local de descanso.

O que há comigo?

O que é isso que me envolve, que desfaz minhas ruínas?

Quem?

 

Ouço alguém –

não é bem um som, é mais uma sensação.

Não parece vir de fora, mas do fundo, algo dentro de mim.

Como uma melodia de amor, algo indescritível.

Quem?

 

Dobro meus joelhos.

De olhos fechados.

Coração explodindo de paixão.

Sinto que minha alma está segura.

Um nome ecoa no meio de tantas sensações.

Cristo…

 

Que nome é esse, que me faz sentir tantas dores e revela meu coração?

Mas, ao mesmo tempo, me abraça e me aquece em seus braços?

Faz-me sentir tão dependente?

Quem é esse Cristo que me salva da depravação?

 

Quem tem tanto o poder de me quebrar como um vaso de alabastro, e de me refazer com seu amor ardente?

 

Jesus. Jesus, esse é o nome.

O nome sobre todo nome.

Resplandece como uma luz que nunca se apaga.

Jesus é o seu nome!

 

Como um filho perdido, cativo dos pecados, moribundo e sujo, ele vem e me resgata.

Ele me lava em seu sangue. Transforma-me;

renova-me nele.

Dá-me vida e luz.

Jesus é o seu nome!

 

Minha vida eu entrego.

Minha mente e coração, eu entrego.

Meus caminhos são dele.

 

Minha alma restaurada está.

Louvado seja Cristo Jesus!

Meu salvador, meu redentor, meu maior amor…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.