Conto Sobre O Verdadeiro Relacionamento

Desculpe o transtorno, preciso falar do Jesus.
A gente se conheceu em 2009 quando eu escutava Strokes e usava um tênis all star riscado na lateral o dia todo – isso é clichê, eu sei. Na época, eu tinha acabado de terminar um namoro e o meu coração estava partido em mais pedaços do que eu poderia contar. Nunca vou esquecer a forma nada sutil como Ele falou comigo da primeira vez. Sem dar muitas voltas, Ele chegou, disse quem era, o que queria e me deixou “nóiada” por todos os anos que vieram depois disso. Depois dessa vez, a gente se falou mais alguma vezes, mas eu tinha medo, sabe? Meu coração já tinha sido partido e eu não estava disposta a entregar ele pra ninguém de novo. Continuei vivendo a minha vida e com o tempo fomos nos falando cada vez menos. Porém, Jesus é um cara que não desiste. Sabe gente insistente? Gente que dá o conselho, você não segue e depois Ele vem e te diz “era melhor do meu jeito”, pois é, Ele é desses. De 2009 a 2012 a nossa relação foi uma montanha russa cheia de altos e baixos, idas e vindas, términos e voltas. Eu queria Ele, afinal de contas é o cara mais encantador que já conheci, mas eu não entendia que Jesus era fiel a mim e por isso queria que eu fosse fiel a Ele também. Como ensinar compromisso e fidelidade a uma pessoa que não sabia nem o significado dessa palavras? Pois é. Lembra da parte que eu disse que Ele não desistia? E não desistiu. Ficou lá, do meu lado, mesmo quando eu não estava do lado dEle. Me deu a mão mesmo quando eu soltei tantas vezes. Jesus via algo diferente em mim. Algo que nem eu via. Em 2012 meus olhos se abriram, comecei a ver e decidi firmar aquele compromisso: “não sei onde esse ‘cara’ quer me levar, mas eu quero ir porque não aguento mais ficar longe dEle”. Me fazia querer coisas que eu nunca quis, acreditar em coisas que nunca acreditei e sonhar sonhos que eu pensava antes serem impossíveis. Ele queria viver as coisas mais incríveis comigo. Como dizer não? Criei coragem e quis me aproximar ainda mais. A coisa tava ficando séria. No começo foi difícil, não vou mentir. Às vezes eu pensava diferente e queria discutir, mas no final Ele me convencia de que estava certo. Com o tempo percebi que Ele SEMPRE está certo, mas não pense q por isso Ele é metido, não é não. É a pessoa mais humilde que já conheci. Eu e Jesus estamos a 4 anos juntos. Como qualquer relação normal, é um construção diária. Eu aprendo com Ele e… não, Ele não aprende comigo, porque né, o que eu poderia ensinar pra alguém como Ele? Mas o que eu tenho a dizer é que nesses 4 anos foram os melhores dias da minha vida. De todos os filmes que eu vi, Ele viu todos comigo, das músicas que escutei, Ele escutou todas comigo, sei que algumas Ele não gosta, mas eu escuto mesmo assim. Todos os dias quando eu acordo faz questão de me lembrar o quanto sou amada. Não conseguiria mais acordar sem Ele do meu lado me mostrando o céu azul. Antes de dormir a gente conversa sobre o nosso dia, e é incrível como me faz ver coisas que eu não tinha visto antes e chegar a soluções que eu não chegaria sozinha. Como qualquer pessoa apaixonada, posso ficar aqui falando milhões de coisas do Jesus pra vocês, mas vou encerrar dizendo que depois dEle, a minha vida nunca mais foi a mesma. Quero casar com Ele do meu lado e apresentar Ele pros meus filhos. Nunca levei nada tão a sério como eu levo a nossa relação. Ele é a minha única certeza. E sabe qual é a melhor parte? É que a nossa história nunca vai acabar. É muito bom viver sem medo de perder.

Texto baseado no testemunho da missionária Verena Ledo.

 

1 thought on “Conto Sobre O Verdadeiro Relacionamento

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.